estrela de oswald

Estrela de Oswald Completa – O que é e Como entender.

5/5 - (1 vote)

No artigo de hoje, você vai aprender tudo sobre a estrela de Oswald para não errar mais nas neutralizações de cores e na colocação de nuances.

Você já ouviu falar a respeito da Estrela de Oswald? Se ainda não saiba que é um conceito bastante importante para saber como fazer as neutralizações certas para manter seus fios loiros bonitos e em dia.

estrela de oswald

Dominar esse conceito permite fazer trabalhos realmente bons de colorimetria capilar.

Continue lendo para saber o que é a estrela de Oswald e como entendê-la.

>> O que é a Estrela de Oswald?

Estrela de Oswald é uma tabela da colorimetria, que serve para  indicar os tons que os cabelos possuem e os reflexos obtidos através dos métodos de clareamento ou de escurecimento.

Basicamente, a Estrela de Oswald é uma ferramenta que permite aos coloristas entender quais são as regras de colorimetria que devem ser seguidas para ter um bom resultado.

É uma espécie de gráfico ou tabela em que o processo de coloração é guiado para que alcance as neutralizações corretas.

Veja também: Cabelo azul masculino

Em outras palavras, o profissional de colorimetria entende como evitar erros que podem prejudicar o resultado final.

 

>> Estrela de Oswald, Círculo Cromático ou Esfera de Cores

 

>>Estrela de Oswald: entenda como ela funciona

 

 

 

Agora que você já sabe o que é e para que serve a Estrela de Oswald deve estar se perguntando como ela funciona.

Para te ajudar nesse entendimento listamos três passos de como “ler” e entender essa ferramenta tão essencial para a colorimetria.

Formando a Estrela de Oswald

 

Passo 1 – Tudo começa com um triângulo

A estrela tem como sua base um triângulo com as três cores primárias: azul, vermelho e amarelo.

Com isso entendido podemos seguir para o passo 2 de entendimento da Estrela de Oswald.

Passo 2 – Formação da estrela

Nessa etapa são adicionadas à Estrela de Oswald as cores secundárias. Essas cores são resultantes da mistura das cores primárias.

A mistura de amarelo e azul, por exemplo, resulta no verde. Já a combinação de azul e vermelho resulta no violeta.

O vermelho e o amarelo dá origem ao laranja.

Passo 3 – Formação das cores terciárias

Esse é o passo em que surgem as cores terciárias, inclusive são elas que geralmente percebemos se manifestando no cabelo quando a coloração não é feita corretamente. Por exemplo, o amarelo-laranja pode surgir.

Cores terciárias são o resultado da combinação de uma cor secundária com uma cor primária.

A mistura de amarelo e laranja, por exemplo, resulta no já mencionado amarelo-laranja.

>> Mistura das cores primárias

Mistura das cores primárias

A mistura das cores primárias resulta no marrom porque as cores se neutralizam.

Então se misturar vermelho, azul e amarelo terá como resultado o marrom. As cores que estão opostas na Estrela de Oswald são misturas de cores primárias e por isso se neutralizam.

Logo, o violeta neutraliza o amarelo dando como resultado o marrom.

 

>> Estrela de Oswald na prática misturando cores

 

>> A Estrela de Oswald aplicada a colorimetria

Estrela de Oswald aplicada a colorimetria

Essa ferramenta é bastante usada por profissionais de colorimetria para chegar a bons e consistentes resultados.

A partir da compreensão de quais cores neutralizam outras dá para fazer um bom planejamento para deixar as madeixas com uma cor consistente.

Para que fique mais claro listamos algumas dicas relativas a certas cores.

Amarelo – É um tom bastante eficiente para corrigir tons arroxeados. Não é atoa que muitas pessoas usam corretivo amarelo na maquiagem das usas olheiras.

Verde/azul – Ajuda na correção de tons avermelhados ou alaranjados.

Laranja/vermelho – Usado como corretor de tons azulados e/ou acinzentados.

Rosa/salmão – Serve para a correção de tons azulados e/ou acinzentados.

Roxo/lilás –  Ajuda na correção de tons amarronzados.

Na colorimetria os profissionais usam esse recurso para neutralizar as cores indesejadas.

Ninguém quer ficar com um loiro esverdeado, não é mesmo? Por isso é importante fazer procedimentos de tintura com profissionais habilitados e com conhecimento.

A dor de cabeça que você evitar ao contar com um profissional certamente faz valer a pena o pagamento do serviço.

Veja também: Colorimetria capilar

Gostou de saber mais sobre a Estrela de Oswald? Não é difícil de compreendê-la quando se conhece os três passos de sua formação!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.